Doenças vasculares do cérebro e das carótidas


É de conhecimento de todos que para um adequado funcionamento do nosso organismo necessita-se de um bom aporte sanguíneo para o cérebro, órgão ávido por glicose e oxigênio.
A glicose e o oxigênio são transportados aos órgãos através da corrente sanguínea. Ou seja, é muito importante a integridade dos vasos arteriais do pescoço (carótidas e vertebrais) e intracranianos para que o cérebro possa desempenhar sua função.
Quando se tem um acometimento patológico das estruturas vasculares cerebrais dá-se o nome de Acidente Vascular Cerebral (cuja sigla é AVC), popularmente conhecido como “derrame”. O AVC pode ser dividido em 2 subtipos: Isquêmico e Hemorrágico.

AVC ISQUÊMICO

Este subtipo de Acidente Vascular ocorre pela interrupção do fluxo sanguíneo em um das artérias do cérebro, interrupção esta que pode ser causada por trombos (coágulos de sangue) que se formam dentro da árvore arterial. Os trombos podem originar-se dentro do coração por uma arritmia cardíaca, nas artérias carótidas por placa de ateroma (placa de gordura), por dissecção arterial (lesão direta da parede arterial), por doença sistêmica do paciente que provoque a formação de trombos sem outras causas aparentes. Alguns fatores que se associam ao AVC isquêmico são: hipertensão arterial, diabetes, colesterol alto, fumo, etc.


AVC HEMORRÁGICO


Neste caso de Acidente Vascular o dano neurológico ocorre pela ruptura de um vaso cerebral ocasionando hemorragia (extravasamento de sangue) dentro do parênquima cerebral. No caso deste tipo de AVC, as causas podem ser: hipertensão arterial, aneurisma cerebral, malformação arteriovenosa (MAV), etc.

Frente à importância destas doenças na população em geral, o Instituto de Neurologia e Neurocirurgia (INN) oferece um departamento específico para a diagnóstico e tratamento das doenças ligadas aos vasos cervicais (pescoço) e cerebrais, com estenose de carótidas, aneurismas cerebrais, AVC, MAV, etc. A equipe tem neurologistas, neurocirurgiões e neurorradiologista especializado para tais tratamentos, como cirurgias, embolizações, stents, etc.