Tratamento dos distúrbios dos movimentos


Os distúrbios do movimento são um grupo de doenças que causam tremores, rigidez, espasmos e outros movimentos involuntários (distonias). São relativamente comuns. Existe, por exemplo, o tremor essencial, presente em grande parte da população e que só tem indicação de tratamento quando passa a atrapalhar as atividades, como escrever, segurar papeis, etc. 

Contudo, o distúrbio do movimento mais conhecido é a doença de Parkinson, para a qual hoje em dia estão disponíveis diversos tipos de tratamentos com medicamentos e até mesmo cirúrgicos. 

Ainda dentro dos distúrbios de movimento temos os espasmos, geralmente na face, pálpebras, boca, e as distonias, para os quais está indicado, na maioria das vezes, o uso criterioso da toxina botulínica ("“botox"”).

O Instituto de Neurologia e Neurocirurgia tem profissionais com experiência no manejo dos distúrbios do movimento e que buscam atualização constante a fim de fornecer os melhores tratamentos para os distúrbios do movimento, incluindo o tratamento da doença de Parkinson e o uso da toxina botulínica para espasmos e distonias em geral.